Mundo Moderno – Homem Moderno

Acho que nunca vivemos momentos tão paradoxais da raça humana, como as aventuras diárias confrontadas neste último século.

O homem, pelo menos boa parte deles, tem procurado resgatar costumes e valores que realmente fazem alguma diferença em suas vidas, e na daqueles com quem convive. Olhar para um passado nem tão distante pode descortinar um panorama onde a Educação era o verdadeiro exemplo e fonte de inspiração para a grande maioria! A formação do caráter e a preocupação com o bem-estar de todos aqueles à nossa volta eram uma prioridade; e as gentilezas tinham um papel fundamental na linguagem do dia a dia.

Hoje, os infinitos cursos e “pós-cursos” sem fim, não são suficientes para educar e formar caráter! Não importa o quanto você invista do seu salário ou do seu tempo, nada pode comprar aquilo que não é cultivado diariamente e aprendido quase que numa tradição oral, como em culturas ancestrais! A formação apreendida dentro de um Lar faz toda a diferença na vida de qualquer de nós, seres humanos. Não importa qual seja a condição social, pelo menos não deveria!

Vira e mexe, em diversos momentos, tenho certeza de que também se sentem assim, me sinto atuando em um tipo de Blade Runner, ou de uma versão mais moderninha e cruel, Her. Nestes momentos em que vejo a vida passar diante de meus olhos, me questiono sobre o quanto realmente evoluímos, e se podemos chamar de “evolução” os caminhos que estamos trilhando em nossas vidas. Bom, sempre há uma opção, escolhemos a vida que temos e teremos, em todos os sentidos, e nunca é tarde para mudarmos nosso próprio rumo!

É bacana, e muito, usar lencinhos no bolso do paletó, meias e acessórios que resgatam a força e o charme dos aspectos masculinos que acabaram sendo esquecidos nestes últimos tempos! É, é bacana sim; mas é mais bacana quando procuramos compreender de onde vem toda a nossa cultura e tradição. Elegância e bom gosto certamente são reflexos internos de quem vive uma vida mais inteira, e sabe disto. Procurar formação mais do que informação, torna-se quase um dever para aqueles que realmente querem muito mais do que “verniz”.  Lembrando que o mesmo cara que usa o lencinho no bolso do paletó, meias e calças coloridas, pulseiras e relógios incríveis, pode ser o mesmo que reconhece o momento certo de dar um passo atrás quando necessário, de ouvir, pedir perdão, mandar flores com ou sem ocasião, de conquistar sem ferir, e de saber o valor de cada coisa na vida, e seus devidos lugares. Vale lembrar também uma relação próxima entre estes homens e objetos obsoletos, como livros, papel e caneta, se for lápis, melhor ainda! Não dá nem para comparar a alegria em receber um “feliz aniversário” escrito em papel de pão, ao invés de copiado e colado na rede social!

O respeito por tudo que “parece” diferente nunca foi tão difundido e tão pouco interiorizado. Numa era de informações, tudo que não traga um “like” imediato está muito distante ou dá muito trabalho! Reconhecer pessoas é uma das coisas mais incríveis e improváveis hoje em dia, ainda que todos sintamos falta do mesmo, Pessoas!

Existe hoje um grande e tenebroso inimigo vivendo debaixo de nossas camas e dentro de nossos armários, são os novos monstros, o “anonimato” é um dos que mais assustam na atualidade. A busca de reconhecimento, fama e dinheiro, está, na maioria das vezes, acima de qualquer felicidade legítima! Nunca fomos tão ingênuos tendo uma realidade gritante debaixo de nossos próprios narizes (quase sempre empinados)!

Segundo o sábio estudioso de mitologia e religiões comparadas, Joseph Campbell, vivemos um mundo onde as referências e os antigos heróis foram banalizados, ainda que a nossa sociedade não tenha criado outros para ocupar um lugar neste panteão fundamental.

Mas nem tudo está perdido, afinal uma visão mais romântica do mundo é também uma escolha do Homem Moderno! Coisas como fazer a sua parte e “sermos a mudança que queremos ver no mundo”(Mahatma Gandhi), já viraram quase clichês e fazem cada vez mais parte da vida de muitas pessoas, e o mais bacana, não só da boca para fora!

Sejamos otimistas! Ainda temos solução! Precisamos ler mais, sermos gentis, procurarmos e vivermos verdades além das citações na internet e nas redes sociais. Mais do que isso, termos nossas próprias experiências, gostos e valores, são atitudes que nos caracterizam como Homens Livres. Podemos escolher! (ainda que a maioria queira se parecer absolutamente igual!)

Walter Alves

“Uma das muitas distinções entre a celebridade e o herói é que um vive apenas para si, enquanto o outro age para redimir a sociedade. O objetivo último da busca não será nem evasão nem êxtase, para si mesmo, mas a conquista da sabedoria e do poder para servir aos outros.”

Joseph Campbell

“Temos apenas que seguir a trilha do herói… e lá onde pensávamos estar sós, estaremos na companhia do mundo todo.”

Joseph Campbell